Foto: Marcelo Gonçalves/FFC

Anunciado na última terça-feira, Alan está de volta ao . Como estava livre no mercado o atacante de 32 anos não precisará esperar até a abertura da janela de transferências no dia 18 de julho, mas ocupará uma vaga de estrangeiro no .

O centroavante é naturalizado chinês (na China não há dupla cidadania. Para se naturalizar é preciso abrir mão da cidadania original). O Tricolor pode ter até cinco jogadores de fora do país. Hoje, conta com o equatoriano , o colombiano e o argentino . Além deles, o meia uruguaio Michel Araujo voltará de empréstimo após passagem nos Emirados Árabes, onde defendeu o Al Wasl.

Há ainda a questão do processo burocrático. A documentação de Alan tem de vir da China. Tal situação costuma demorar. De qualquer forma, o jogador, ainda que a questão da janela não seja um problema, necessitará de um tempo para se adaptar e ganhar ritmo, pois não atua desde o dia 1º de fevereiro, pela seleção chinesa. O último gol marcado por Alan foi em seu último jogo pelo Guangzhou, em 11 de agosto do ano passado, na goleada sobre o Qingdao por 5 a 0.


Alan assinou com o Fluminense até junho de 2024.